IEEE Std 1584-2018,ARCO ELÉTRICO,ARC-FLASH

14 DE MARÇO DE 2019



NOVIDADES SOBRE A DEFINIÇÃO DE VESTIMENTAS RESISTENTES A ARCO ELÉTRICO - IEEE Std 1584-2018



A revisão da norma IEEE 1584-2018 aprovada recentemente trouxe importantes ações que impactam diretamente no cálculo da energia incidente e consequentemente afetam a segurança dos trabalhadores que atuam na área elétrica e a segurança do sistema elétrico.

A norma IEEE 1584 determina a distância segura para o risco de arco elétrico e da energia incidente durante o desenvolvimento de atividades em equipamento elétrico ou nas proximidades de sistema energizado. 

Na revisão de 2018 foram adas as equações utilizadas para determinação da corrente de arco, da duração do arco, da energia incidente e da região limite para o arco, o que pode acarretar variações nos níveis de energia incidente, apresentar mudanças no tipo de vestimentas a serem utilizadas pelas pessoas que atuam diretamente no sistema elétrico da unidade industrial.

O novo modelo de cálculo usa um processo de duas etapas, no qual os valores intermediários de corrente de arco média, energia incidente e limite de arc-flash são interpolados para determinar os valores finais com maior precisão e fatores de correção para o tamanho do gabinete e a variação da corrente de arco na operação de dispositivos de proteção.

Como parte do processo de cálculo, é necessário identificar o arranjo do condutor e do gabinete do equipamento que mais se assemelham à configuração real do eletrodo. 

Cada tipo de equipamento, tais como cubículos, painéis de controle e CCMs, pode conter condutores organizados de maneira semelhante as configurações de eletrodos utilizadas nos testes de arco elétrico. A versão anterior do modelo baseava-se em configurações de eletrodos verticais ao ar livre ou em uma caixa fechada, os pesquisadores descobriram que a energia incidente pode ser afetada pela orientação do eletrodo, portanto o novo modelo fornece um método para avaliar a energia incidente para outras configurações de eletrodos que anteriormente não era considerada, como eletrodos verticais terminados em uma barreira isolante dentro de um gabinete e eletrodos horizontais ao ar livre ou dentro de um gabinete. A versão de 2002 representava apenas a energia de calor radiante de um arco voltaico, agora os testes dos incidentes de arco elétrico consideram também o jato de plasma associado a estes incidentes, denominado nuvem de plasma do arco, que pode ser mais perigoso do que o calor radiante se entrar em contato direto com o trabalhador.

No novo modelo é necessário também estabelecer intervalos típicos entre os barramentos e determinar os tamanhos dos gabinetes com base na tensão do sistema e na classe dos equipamentos. Anteriormente, um fator de distância baseado no tipo de equipamento e tensão era usado para explicar o efeito do tamanho do gabinete. O novo padrão aplica um fator de correção com base na tensão do sistema, na configuração do eletrodo, na altura do gabinete, na largura do gabinete e na profundidade do mesmo.

Assim sendo é de fundamental importância revisar o estudo de arc-flash e manter a segurança dos colaboradores que atuam na área elétrica e suas proximidades, atendendo a Norma Regulamentadora número 10 (NR-10)!

 

Tags: IEEE Std 1584-2018,ARCO ELÉTRICO,ARC-FLASH

Compartilhar: Facebook Google Twitter

Relacionados

14 DE MARÇO DE 2019

NOVIDADES SOBRE A DEFINIÇÃO DE VESTIMENTAS RESISTENTES A ARCO ELÉTRICO - IEEE Std 1584-2018

A revisão da norma IEEE 1584-2018 aprovada recentemente trouxe importantes ações que impactam...
Ler mais

Clientes

Desenvolvendo soluções na área elétrica desde 1987

Ler mais

Contatos

  • Rua Mato Grosso nº 120
    Bairro Vila São Geraldo
  • CEP 12062-120
    Taubaté - SP - Brasil
  • +55 (12) 3621-9269 / 3621-8931
  • gsi@gsiconsultoria.com.br